Entrevista ao IHU on Line em 2002

O entrevistado relâmpago desta edição é..
Attico Chassot

Attico Chassot é professor do PPG em Educação, do Centro de Ciências Humanas. Leitor e colecionador das edições do IHU On-Line, ele relata trechos de sua história de vida.

Pequena biografia - Nasci em Estação Jacuí, um lugarejo entre Santa Maria e Cachoeira do Sul, aqui no Estado. Meu mundo, quando criança, se resumia às duas cidades, pois os trens que marcavam a vida do lugarejo tinham para mim só duas procedências e só dois destinos. Sou o mais velho dos sete filhos que meus pais tiveram. Éramos uma família de muito poucos recursos, pois meu pai era ferroviário, de profissão marceneiro. Meus pais eram muito religiosos. Eu não era alfabetizado ainda, e minha mãe já me havia ensinado a responder às orações das missas em latim. Quando completei sete anos, nos mudamos de Jacuí para Montenegro, região natal de meus pais.

Formação - Nessa cidade, concluí minha formação primária e ginasial. Depois disso, fui cursar o científico em Porto Alegre. Ingressei na graduação em Química na UFRGS. Quando era professor no Instituto de Química da UFRGS, eu tinha a convicção de que sabia o conteúdo, mas precisava saber mais como ensiná-lo. Essa foi a razão de fazer Mestrado em Educação e, depois, o Doutorado em Educação, ambos os cursos feitos na UFRGS. Este ano, 2002, já no 42º ano de magistério, fiz o pós-doutorado em Educação na Universidade Complutense de Madrid. Foram seis meses que tenho como os melhores de minha vida, pois era dono do meu tempo e pude estudar assuntos de minha escolha.

Magistério – Quando terminei o curso científico, no Colégio Júlio de Castilhos, em Porto Alegre, fiz vestibular para o Curso de Engenharia. Não fui aprovado em Desenho. Voltei a Montenegro, em 1961, tornei-me professor de Matemática. No ano seguinte, fiz vestibular para o Curso de Química da UFRGS, onde também fui professor depois de formado, durante 25 anos, tendo sido Diretor do Instituto de Química e Coordenador do Curso. Enquanto aluno da graduação, fui professor de Química em várias escolas. Aqui em São Leopoldo, dei aulas no Colégio São José e na Escola Pedro Schneider. Também por alguns anos fui professor de cursinho pré-vestibular.

Ingresso na Unisinos - Tenho dois ingressos na Unisinos. O primeiro foi em 1965, quando fui professor de Química no curso de História Natural por dois anos E o outro em 1995, quando ingressei no PPG em Educação, a partir de uma seleção pública.

Contato com a Química - Não perdi de todo a ligação com a Química. Hoje atuo na formação de professores de Química e sou um dos editores da revista Química Nova na Escola, da Sociedade Brasileira de Química. Mas minha opção hoje é a Educação, e sou muito realizado atuando nessa área. Tenho também um envolvimento com a História da Ciência, como pesquisador e autor.

Família - Fui casado durante 20 anos com a mãe de meus quatro filhos e já há quase 16 anos minha fabulosa companheira de vida é Gelsa Knijnik, também professora no PPG em Educação da Unisinos. Meu filho mais velho é o Bernardo (34), empresário da área de informática e pai de minha neta querida, a Maria Antônia, de 3 anos. Curto-a muito. Lamento apenas que o Bernardo e sua esposa, Carla, morem em São Paulo. O segundo é o André (32), fotógrafo. Tenho duas filhas: uma, para meu orgulho, é professora universitária na UNISC: Ana Lúcia (25), dentista, e a Clarissa (22), aluna de Administração de Empresas e proprietária de uma oficina de notebooks.

Autor - Eric Hobsbawm.

Livro –A ditadura envergonhada e A ditadura escancarada de Elio Gaspari. É o Brasil que eu vivi e do qual muito desconheço, ainda.

Filme - O filho da noiva, de Juan José Campanella.

Jornais que costuma ler – Assino a Folha de S. Paulo e Correio do Povo. Sou visceralmente contra a Zero Hora. Não consumo produtos RBS.

O Brasil nos próximos anos - Vejo-o com grande esperança. A eleição de Lula era um sonho. Agora é verdade.

Nas horas livres - Ler e escrever. Adoro escrever. Faço diário. Também gosto de jardinagem. Tenho um jardim no 8º andar. Ter a companhia dos pássaros me alegra a alma. Deixar o computador para ir olhar um broto a mais numa videira, é muito gostoso.

Educação - Uma das soluções para os grandes problemas da humanidade.

Projetos - Terminar um livro que estou escrevendo e atualizar o livro A Ciência através dos tempos, que já está em sua 14ª edição.


Unisinos - Um lugar que me dá orgulho em dizer que trabalho aqui.

IHU - Tenho uma fantástica admiração pela quantidade de atividades que o IHU promove. Impressiono-me como a equipe consegue fazer tudo isso. Espero nas tardes de segunda o IHU On-Line, um privilégio que o IHU nos dá.

 

© 2007 - 2008 - Attico Chassot - Direitos Reservados - Powered by: